Chegamos a R$ 500 milhões sob custódia e 1.000 clientes